#27, Mitsuba

Já repararam que as baleias que por aqui navegam pouco peixe cru comem?

Falar de comida japonesa com a gente é sempre muito complicado. Sem dúvida, somos amantes do bolinho de arroz com cobertura de peixe e alga, mas o problema é que frequentamos basicamente 1 restaurante do tipo que, na nossa opinião, é hors concours no assunto: o Origami do Shopping da Gávea. A baleia-vó da família, empreendedora e visionária, abriu o restaurante há mais de 10 anos, quando nem se sonhava com a enxurrada de Koni stores e outros fastfoods orientais pela cidade.

Como vamos com muita frequência (e apenas) no restaurante da família, acabamos ficando só com uma referência do mundo gastro-nipônico. Mas, do alto da nossa idoneidade gastronômica, garantimos que o Origami é realmente muito bom e que vale conhecer se algum dia você estiver passeando pela Gávea (depois de um peça ou um filme, quem sabe? ;)

Dito isso, pegamos uma corrente quente pro outro lado da cidade, atravessamos o túnel e encontramos a loira mais branquinha da Tijuca para conhecer um japonês muito famoso que dá pinta por aquelas águas: o Mitsuba.

Mitsuba

Ao chegar, logo nos deparamos com uma cena curiosa: de frente um para o outro, dois orientais – um cliente e o sushiman – dividiam o balcão do restaurante, cada qual ocupando o seu lado, mas ambos deixando muito claro que ali é um lugar japa friendly.

A decoração do ambiente é meio kitsch e a porta da casa dá de frente pra uma das ruas mais movimentadas do bairro. Por se tratar de um japa, parte da cozinha é aberta, mas a falta de arrumação (ou excesso de informação) do balcão de preparo dos frios deixa visualmente a desejar. Mas nada disso influenciou no resultado do post, é claro.

Mitsuba

Assim que sentamos, fomos recebidos com uma entradinha gelada, uma pasta de atum com cream cheese e legumes – bem simples, é verdade, mas ajudou a aguçar a fome e duas mordidas depois pegamos os nossos palitinhos como guerreiros samurais e partimos pra grosseria oriental. Acompanha só:

Mitsuba

Entrada #1 :: Katsu roll :: r$ 28
Rolou um sentimento generalizado de “começamos com o pé direito” quando o katsu roll chegou à mesa. Ele tem um quê de hot filadélfia, mas muito mais incrementado e saboroso: com uma camada grossa e crocante de empanado, o pedido é tipo imperdível da casa. Pra completar (se já não fosse o bastante), o prato vem acompanhado de uma surpresinha: as duas extremidades do rolinho, que em geral nem chegam a ir à mesa, aqui são generosamente recheadas com um camarão inteiro. Amei (e comi as duas sozinho).

Entrada #2 :: Rainbow (Califórnia com cobertura de salmão e atum) :: r$ 29
O califórnia está sempre nas minhas pedidas nipônicas, simplesmente porque adoro a combinação de abacate com kani e arroz. E a Érika, com o seu pseudo-vegetarianismo que sempre tende a pratos menos carnívoros, curtiu a sugestão. Mas o rainbow não é apenas um califórnia comum, é califórnia com um toque de cor (como sugere o nome). Curtimos muito a cobertura finíssima de atum e salmão, apesar do preço salgado.

Mitsuba

Prato :: Bentô Teishoku Obentou :: r$ 53
Tínhamos uma dica local: o Mitsuba é famoso pelos bentôs. Ficamos muito na dúvida se valia a pena comer algo tão diferente, mas resolvemos arriscar. Afinal, o bentô é considerado pelo próprio dono do Mitsuba o mais japonês dos pratos do restaurante – ganhamos, inclusive, elogios pela ousadia. Para os que não conhecem, o bentô tradicional é tipo uma marmita nipônica, um mix de arroz, peixe (ou carne) e legumes de acompanhamento.

Muito comum no Japão (e você aí achando que japonês só comia peixe cru…), o prato não costuma ser oferecido nos restaurantes daqui. Mas o do Mitsuba era bem completo: uma posta grelhada de peixe, uma porção de frango empanado, sashimis (bem grossinhos) de atum e salmão , miso-shiru (a sopinha tradicional), arroz, tofu grelhado, um omelete japa, legumes e vegetais em conserva e outras coisas bem estranhas. A porção supostamente individual saciou com maestria a fome dos 3 guerreiros cariocas. Ficamos bem felizes com o pedido realmente tru e com a ótima relação custo x benefício.

E, por fim, mas não menos excitante e divertido, a bola de fogo que destaca o post: sorvete frito flambado, por r$ 15. A brincadeira rendeu ótimas fotos, mas deixou muito a desejar no sabor e na textura. Tudo bem, o visual é de fato impactante, mas a surpresa parou por aí.

Mitsuba

crédito da menina wurts: http://instagram.com/p/RTpuS5B-Ud

Alguns sucos e mates depois, fechamos a conta em r$ 166 e saímos contentes com os pedidos da noite. O cardápio do restaurante é muito grande, tem várias opções de peixes e combinados de preços bem diferentes. No geral, os pratos são um pouco caros, mas a inventividade da casa é bem interessante. Podemos dizer que os 5 pedidos que fizemos não seriam encontrados em outros japoneses da cidade.

Não que o Mitsuba seja a cereja do bolo da criatividade, e nem acho que é pra ser. Para nós, restaurante japonês precisa ter pratos que evidenciem o sabor do peixe, sem muito fru-fru pra mascarar o sabor da comida. Pra mim, quem muito inventa quer disfarçar a qualidade do peixe. Nesse sentido, o Mitsuba parece equilibrar bem o criativo com o tradicional, sem se perder em invenções mirabolantes.

A enorme variedade de peixes listada num quadro na parede deixa à disposição do cliente a opção de conhecer outros sabores da terra do sol nascente. Mas, se por acaso, num fim de noite qualquer, você estiver perdido pela Tijuca, oriente-se: o Mitsuba pode te surpreender até mesmo com uma despretensiosa marmita japonesa.

***

Com a querida aniversariante da semana, Érika Wurts:
お誕生日おめでとうございます

***

Mitsuba
Rua São Francisco Xavier, 170 – Tijuca

Tel. 2264.0274

Anúncios
Essa publicação foi escrita por eduardo blog.rhem e publicada em 15/12/2012 às 23:32. Está arquivada em $$$$$ salgado, Almoço, Jantar e marcada , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

2 opiniões sobre “#27, Mitsuba

  1. Pingback: Culinária Japonesa – Mitsuba Tijuca | Plena Cultura

  2. adriana em disse:

    olá!
    gostei muito da idéia de vocês!
    parabéns!
    gosto muito de comida japonesa e gosto também de experimentar lugares novos.
    conheci o mitsuba através de uma amiga, filha de japoneses que morou no japão.
    é um bom restaurante e que, mesmo com criatividade, consegue manter um pouco da tradição japonesa. gosto muito de lá! o bentô foi realmente uma ótima pedida!
    sds,
    adriana

Meta a colher:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s