#22, Arraiá coletivo Sta. Filomena

Junho mal acabou e deixou aquela ideia fixa na cabeça: comer. O início da temporada mais fria do ano é também o mês de São João, santo protetor da engordelecência alheia. Esse também foi um mês de saudade, de vontade de reencontro. Chamei o Mário (que Mário?), a Raquel e a Iza e procuramos o arraiá mais inusitado da cidade.

Acabamos numa praça que já deu bandeira por aqui…

A Forneria Sta. Filomena (lembram dela?) já é conhecida do pique. As baleias desbravadoras nadaram por essas águas quando o restaurante ainda estava estreando – e ficaram felizes com a novidade na Praça da Bandeira, lugar que sempre nos surpreende com boa comida. Mas, mantendo a nossa regra básica de não repetir os restaurantes, a proposta dessa vez foi um pouco diferente.

Livremente inspirada na feira de rua dos chefs paulistanos, criada pelo excêntrico Checho Gonzales, a versão carioca ficou sob o comando do chef André Nogal, sócio da Forneria. Como em SP, a proposta foi reunir amigos em torno de boa comida com preço bem acessível. A diferença da feira carioca foi um atrativo e tanto para a nossa visita: aqui as barraquinhas deveriam trazer quitutes em homenagem a São João.

A casa da Forneria é, como diria a Hebe, uma gracinha. Tipicamente suburbana (no melhor sentido!), conta com um amplo terraço, ou ‘laje’ para os mais íntimos. E foi lá, num misto de improvisação e festa de interior, entre barraquinhas, crianças brincando de estalinho e um sol de inverno mais do que agradável que nos reunimos para aproveitar ao máximo uma das épocas mais gostosas do ano para comer.

Tá achando que esse trem é bão demais pra ser verdade? Vem comigo!

Barraquinha #1 :: Epifania Café e Bistrô :: r$5
De cara, era a barraca mais atraente. Quando chegamos, a chefe Ju Reis – simpatia em pessoa – foi a única que conseguiu respeitar o horário e estar com tudo em cima para os primeiros esfomeados (a gente, no caso). De entrada, atacamos caldinhos de feijão vermelho com carne seca, a r$5 cada. Delicioso, mereceu até o destaque do post. Para acompanhar, pães caseiros de azeitona preta ou calabresa, ambos oferecidos de graça pela chefe. Além desses quitutes, ela também levou cuscuz paulista e pamonha fresquinha.

Barraquinha #2 :: Ricardo Freitas :: r$5
O caldo amarelo na foto acima foi o “prato principal” da Izabella. Feito de frango, aipim e açafrão da terra, estava bem temperado e tinha um cheiro maravilhoso, mas pecou na apresentação. Mais aguado do que sugere um caldo com aipim, lembrava de aparência uma sopa rala, mas não que estivesse ruim de sabor. Além do caldinho, o mineiro levou para o evento canjica com leite de coco (que chegou mais tarde) e cupcakes de milho.

Barraquinha #3 :: Deli 43 | Pavelka :: r$5 e r$10
Graças ao bom Deus que já não é de hoje que a gente não precisa mais subir a serra pra comer um bom croquete de carne. Desde 2006, a Pavelka nos agracia com seus bolinhos de carne fritos na hora no Leblon. Além do tradicional croquete (devorado pela Raquel, r$ 5), eles levaram salsichão junino e cachorro quente simples, com pão e linguiça. Mário acabou se rendendo a iguaria de r$10, que apesar de cara diante das ofertas do dia, não decepcionou.

Barraquinha #4 :: Mani & Oca :: r$10
O trocadilho do nome já faz a apresentação: prepare-se para o mundo da mandioca. A barraquinha contava apenas com uma opção, uma consistente ‘vaca atolada’ por r$10, que é basicamente um refogado de carne de costela bovina com aipim, extremamente delicioso. E sem mais.

Barraquinha #5 :: Carambola Cozinha & Café :: r$5
A Bella, que não estava de brincadeira, mostrou porque queria tanto fazer parte do nosso cardume. Depois do caldinho de feijão e do caldinho de frango com aipim, se aventurou no muffin de milho com queijo cuia e calda de goiabada (sem foto, r$5). Não satisfeita, ainda pediu uma canjica de milho branco com coco, a r$5, e comeu de joelhos. Gostou tanto que pediu mais uma e dividiu com a Raquel. Era mesmo deliciosa. Além dos doces, a barraca da Carambola levou para o evento um bolinho lindo no nome, mas que só saiu depois que fomos embora: pirarucú e macaxeira. Deixou aquela vontade de ir algum dia nesse restaurante, especializado em comida amazonense.

Barraquinha #6 :: Ogrostronomia :: r$5
O nome não é dos mais atraentes, mas a ideia é bem legal. Os ogros que fazem parte desse coletivo são especialistas em comer e fazem uns tutoriais bem másculos de como ser macho AND cozinhar no youtube. A fama já se espalha, tanto que o chili burger (nada junino) fez fila na frente da barraquinha e rendeu muitos elogios ao grupo. Nós, que já estávamos mais do que satisfeitos, pedimos a sobremesa: queijo coalho com melaço, a r$5. Delicioso, levemente doce, foi uma ótima pedida pra fechar a noite.

Outras barraquinhas :: Pomona | Maktub Empadas | Sta. Filomena
A Pomona também estava bem representada com lindas fatias de pizzas a honestos r$5 (nada mais justo, afinal foi eleita pelo Rio Show a melhor pizza delivery da cidade). Menos requisitadas, as empadas do Maktub eram grandes e douradas, mas estavam longe de chamar atenção diante de tanta gostosura junina. E o Sta. Filomena, anfitrião da noite, ficou responsável pelas bebidas. Tudo muito bem organizado, mas a facada foi dolorosa: r$5 para qualquer refrigerante ou cerveja heineken. Pelo menos a água era de graça. (;

Quatro amigos reunidos num lindo fim de tarde, r$90 reais depois e muitos chefes bons de papo (alguns acima, que posaram com swing e simpatia para as lentes do pique), deixaram algumas certezas: viva os eventos abertos, viva as ideias simples e viva boa comida com diversidade. A Forneria Sta. Filomena ainda é um recém nascido no mundo da gastronomia carioca, mas esse evento prova que eles não estão brincando em serviço. Abriram as portas na cara e na coragem e mostraram que a parceria entre bons profissionais do ramo ainda pode dar bons frutos, no caso, boa comida – acessível a todos. Que venham mais!

***

Na companhia dos queridos Mário, Raquel e Izabella, que há tempos pleiteavam por uma vaguinha aqui. Com certeza ainda iremos nos encontrar em novas aventuras gord… gastronômicas.

***

Forneria Sta. Filomena
R. Santa Filomena, 10  Praça da Bandeira
Tel. 3518.2053

Anúncios
Essa publicação foi escrita por eduardo blog.rhem e publicada em 16/07/2012 às 19:29. Está arquivada em $ baratinho, Ar livre, Café da manhã / Lanche, Muito amor, Regional e marcada , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Meta a colher:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s